Brasil cresce na implantação de energia


O desenvolvimento do país e busca com case inovadores, gerou uma busca pela implementação de energia solar - seja de usinas de grande porte, como de sistema de distribuição - levando o Brasil ao quarto lugar em um ranking mundial de nações que mais cresceu no último ano . Com base em levantamento o Brasil ficou atrás da India, Estados Unidos e China, o Brasil adicionou em 2021 aproximadamente 5,7 gigawatts (GW) de capacidade a partir de usinas de geração solar, considerando tanto sistemas de geração própria em residências e empresas como grandes empreendimentos conectados ao SIN (Sistema Interligado Nacional). Considerando esse volume, o país ficou atrás da China, que acrescentou 52,9 GW, dos Estados Unidos, com 19,9 GW adicionados, e da Índia, com expansão de 10,3 GW.


Em relação à capacidade total do Brasil, o país encerrou o ano passado com mais de 13,6 GW de potência operacional da fonte solar.

No início do ano, foi registrado marca histórica 15 GW de potência operacional da fonte solar fotovoltaica - considerando as usinas de grande, e outros sistemas de distribuição - evitado a emissão de 20,8 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

AUTORES : Maria Luiza Cruz da Cunha Canto Engenheira Civil, especialista em estratégia disruptiva Vanessa Inácio Lima Engenheira Civil


1 visualização
IMG_8460-copy copy.jpg

#

ASEAAMM

SEJA
 

#